quarta-feira, 29 de junho de 2011

Uma boa lição de vida!

"Bene é o tipo de cara que você  gostaria de conhecer".


"Ele estava sempre de bom humor e sempre tinha algo  de positivo para dizer".

Se alguém lhe perguntasse como ele estava, a  resposta seria logo:

"Ah.. Se melhorar, estraga".

Ele era um gerente especial em um restaurante, pois  seus garçons o seguiam de restaurante em restaurante apenas pelas suas atitudes.

Ele era um motivador nato.

Se um colaborador estava tendo um dia ruim, Bene  estava sempre dizendo como ver o lado positivo da situação.



Fiquei tão curioso com seu estilo de vida que um dia  lhe perguntei:

"Você não pode ser uma pessoa positiva todo o tempo".

"Como faz isso" ?

Ele me respondeu:
"A cada manhã, ao acordar, digo para mim mesmo":

"Bene, você tem duas escolhas hoje:
Pode ficar de bom humor ou de mau humor.

Eu escolho ficar de bom humor".

Cada vez que algo ruim acontece, posso escolher  bancar a vítima ou aprender alguma coisa com o ocorrido.

Eu escolho aprender algo.


Toda vez que alguém reclamar, posso escolher aceitar  a reclamação ou mostrar o lado positivo da vida.



Certo, mas não é fácil - argumentei.

É fácil sim, disse-me Bene.

A vida é feita de escolhas.

Quando você examina a fundo, toda situação sempre  oferece escolha.



Você escolhe como reagir às situações.


Você escolhe como as pessoas afetarão o seu  humor.

É sua a escolha de como viver sua vida.

Eu pensei sobre o que o Bene disse e sempre lembrava  dele quando fazia  uma escolha.

Anos mais tarde, soube que Bene um dia cometera um  erro, deixando a porta de serviço aberta pela manhã.

Foi rendido por assaltantes.


Dominado, e enquanto tentava abrir o cofre, sua mão  tremendo pelo nervosismo, desfez a combinação do segredo.

Os ladrões entraram em pânico e atiraram nele.

Por sorte foi encontrado a tempo de ser socorrido e  levado para um hospital..

Depois de 18 horas de cirurgia e semanas de  tratamento intensivo, teve alta ainda com fragmentos de balas alojadas em seu corpo.

Encontrei Bene mais ou menos por acaso.

Quando lhe perguntei como estava, respondeu:
"Se melhorar, estraga".

Contou-me o que havia acontecido perguntando:
"Quer ver minhas cicatrizes"?

Recusei ver seus ferimentos,  mas  perguntei-lhe o que havia passado em sua mente na ocasião do  assalto.

A primeira coisa que pensei foi que deveria ter  trancado a porta de trás, respondeu.


Então, deitado no chão, ensangüentado, lembrei  que tinha duas escolhas:

"Poderia viver ou morrer".

"Escolhi viver"!

Você não estava com medo? Perguntei.

"Os para-médicos foram ótimos".

" Eles me diziam que tudo ia dar certo e  que ia ficar bom".


"Mas quando entrei na sala de emergência e vi a  expressão dos médicos e enfermeiras, fiquei apavorado".


Em seus lábios eu lia:

"Esse aí já era".

Decidi então que tinha que fazer algo.

O que fez ? Perguntei.


Bem.. Havia uma enfermeira que fazia

muitas  perguntas.

Perguntou-me se eu era alérgico a alguma coisa.


Eu respondi: "sim".

Todos pararam para ouvir a minha resposta.

Tomei fôlego e gritei; "Sou alérgico a balas"!

Entre risadas lhes disse:

"Eu estou escolhendo viver, operem-me como um  ser vivo, não como um morto".


Bene sobreviveu graças à persistência dos médicos...  mas sua atitude é que os fez agir dessa maneira.


E com isso, aprendi que todos os dias, não importa  como eles sejam, temos sempre a opção de viver plenamente.

Afinal de contas,

"ATITUDE É TUDO".

Agora você tem duas opções:

Ler esta mensagem e guardá-la em alguma  pasta, ou;
Transmiti-la aos seus amigos para que possam tirar  conclusões e repassá-la a outras pessoas.


EU PARTICULARMENTE ESCOLHI ENVIÁ-LA PARA VOCÊ  !!!

TENHA UM EXCELENTE DIA !

OU MELHOR ...

TENHA UMA EXCELENTE SEMANA!!

 OU MELHOR...

TENHA UMA EXCELENTE VIDA!!!


Bjs.
EDIVALDO CARVALHO
Meu email: loggua@gmail.com

TENHO VARIOS LANÇAMENTOS NA CIDADE DE SÃO PAULO
SALAS COMERCIAIS E APTOS RESIDENCIAIS.
Proximos lançamentos:
Vila Guilherme - 2 e 3 dorm.
Ermelino Matarazzo - 2 dorm.
Penha - 2 e 3 dorm.
Barra funda - sala comercial
Centro SP - rua Paim - 1 dorm.
Cambuci - 1, 2 e 3 dorm. (Aqui tem Minha Casa Minha vida)
Aclimação - 3 dorm.
Itaim Paulista - 2 e 3 dorm.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Seja um empreendedor individual

Empreendedores individuais de todas as capitais terão palestras e capacitações durante a semana

por Secom em 27/06/2011 20:57hs

Empreendedores individuais de todas as capitais terão palestras e capacitações durante a semana Ampliar
  • Receita Federal já registrou mais de 1,2 milhão de adesões ao Programa do Empreendedor Individual/ Foto: Portal do Empreendedor
Expectativa é realizar mais de 50 mil atendimentos e 40 mil formalizações até 2 de julho 
Começou nesta segunda-feira (27) a III Semana do Empreendedor Individual, uma realização do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em parceria com o Ministério da Previdência Social e entidades apoiadoras do Programa do Empreendedor Individual. A mobilização, que será realizada em todas as capitais do País, vai esclarecer o trabalhador sobre as vantagens e os benefícios que ele adquire ao legalizar o seu empreendimento.
Foram montadas tendas em locais públicos e de grande circulação de pessoas com a realização de palestras, capacitações, orientações técnicas e diagnósticos. Nestes locais, os trabalhadores interessados também poderão fazer cadastro como empreendedor individual. Espera-se que sejam realizados uma média de 50 mil atendimentos e 40 mil formalizações de trabalhadores até 2 de julho, quando termina a ação.
Até a última quinta-feira (23), a Receita Federal do Brasil (RFB) havia registrado 1.247.445 adesões de trabalhadores ao programa. Entre as capitais, São Paulo registra o maior de número de cadastros (273.733), seguido do Rio de Janeiro (162.380) e Minas Gerais (122.387). Na região Nordeste, a Bahia é o estado com o maior número de registros (108.002). O Rio Grande do Sul (69.362) lidera o número de formalizações na região Sul. No Norte, o Amazonas (15.221) lidera as estatísticas. E no Centro Oeste, Goiás (48.635) responde pelo maior número de adesões na região.
Formalização – Para se cadastrar como empreendedor individual, o cidadão que trabalha por conta própria no comércio, na indústria e na prestação de serviços deve ter rendimento bruto anual de até R$ 36 mil, não ter sócio ou ser dono de qualquer outra empresa. Pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.
Os empreendedores individuais que trabalham com atividades do comércio e indústria contribuem com R$ 28,25 - o que corresponde a 5% sobre o salário mínimo vigente (R$ 27,25) mais R$ 1 de Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) para o Estado. Já aqueles que trabalham na área de serviços efetuarão a contribuição no valor de R$ 32,25 - correspondentes a 5% sobre o mínimo, mais R$ 5 de Imposto sobre Serviços (ISS) para o município.
O empreendedor cadastrado passa a contar com a proteção da Previdência Social. Ele tem acesso a benefícios como aposentadoria por idade, aposentadoria por invalidez , auxílio-doença e salário-maternidade.
Saiba mais - A inscrição se dá exclusivamente pelo Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br). Quem não tem computador, pode se cadastrar nos postos do Sebrae ou em parceiros do Empreendedor Individual, como as prefeituras e câmaras municipais.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Segunda fase do minha casa minha vida

Mais 2 milhões de moradias para famílias de baixa renda com o Minha Casa Minha Vida 2

por Secom em 16/06/2011 20:50hs

Mais 2 milhões de moradias para famílias de baixa renda com o Minha Casa Minha Vida 2 Ampliar
  • Casas da primeira fase do programa/ Foto: Governo do Estado da Bahia
Governo federal vai investir R$ 125 bilhões até 2014
O governo federal lançou, nesta quinta-feira (16), a segunda fase do programa Minha Casa, Minha Vida, que visa à construção, entre 2011 e 2014, de mais dois milhões de moradias para o público de baixa renda. O investimento será de R$ 125,7 bilhões. Desse valor, R$ 72,6 bilhões são para subsídio (orçamento da União) e R$ 53,1 bilhões, para financiamento com recurso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Nesta nova fase, o número de beneficiados será maior, tendo em vista que as faixas de renda familiar urbana e rural serão ampliadas, priorizando-se as famílias de menor renda.
A meta de atendimento para as famílias que ganham até R$ 1,6 mil por mês nas áreas urbanas e até R$ 15 mil anuais na área rural foi elevada de 40% para 60%. Sendo assim, 1,2 milhão de moradias serão destinadas a essa faixa. Para as que têm renda de até R$ 3,1 mil mensais na área urbana e R$ 30 mil por ano na área rural - faixa que corresponde a 30% da meta de atendimento - serão 600 mil habitações. Já para as que possuem renda até R$ 5 mil mensais na área urbana e até R$ 60 mil anuais na área rural - referente a 10% da meta - serão disponibilizadas 200 mil moradias.
O Minha Casa Minha Vida 2 aperfeiçoou as regras para aumentar a eficiência do programa. Nos casos de famílias de menor renda, o imóvel só poderá ser vendido antes de dez anos se a família quitar o seu valor total, incluindo o subsídio. O objetivo dessa regra é evitar a venda precoce do imóvel. Outra novidade é a inclusão da modalidade que permite reforma em habitação rural para baixa renda.
Mulheres - As mulheres chefes de família poderão assinar contratos independentemente do seu estado civil. Até então, elas necessitavam da assinatura do cônjuge, o que dificultava o seu acesso ao programa. A medida é válida para aquelas que tenham renda de até R$ 1,6 mil.
Prefeituras - Nesta nova versão do programa haverá ainda uma parceria maior com as prefeituras que receberão recursos para o desenvolvimento do trabalho social junto às famílias beneficiadas, tais como mobilização e organização comunitária, educação sanitária e ambiental e geração de emprego e renda.

Do site da SECON

quinta-feira, 16 de junho de 2011

1 dormitorio na zona sul otimo investimento!

São Paulo: apartamentos de um dormitório na zona Sul são melhores para investir

infomoney

Em quinta-feira 16/6/2011, às 14:14
SÃO PAULO – Os apartamentos de um dormitório localizados na zona sul da capital paulista são as melhores opções para investir em imóveis na cidade de São Paulo.
De acordo com um levantamento da Auxiliadora Predial, o metro quadrado de locação de um apartamento de um dormitório nos bairros de Moema, Jardins, Aclimação, Chácara Santo Antônio, Vila Mariana, entre outros, custa cerca de R$ 30, o que significa que um imóvel de 50 metros quadrados é alugado por R$ 1.500 em média.
“O estoque é baixo, por isso é possível alugar rapidamente e conseguir valores superiores por metro quadrado”, afirmou o gerente de aluguéis da empresa, Daniel Nakamura.
Tempo para locaçãoUm apartamento de um ou dois dormitórios na cidade de São Paulo demora em média 25 dias para ser alugado, segundo a pesquisa. Já um de três ou quatro dormitórios, leva cerca de dois meses.
De acordo com o levantamento, a zona Oeste da cidade também tem registrado uma forte procura por imóveis de um dormitório, principalmente em bairros como Alto da Lapa, Perdizes, Vila Leopoldina e Vila Madalena.

Estamos vendendo 1 dormitorio na avenida do estado 5814, é um sucesso de vendas, assim como foi a venda dos apartamentos de 1 dormitorio na av. rangel pestana. Ou seja como diz a materia acima realmente o mercado de 1 dormitorio esta bombando.
Visite o apto decorado na av. do estado 5814 no Cambuci em SP me procure, CARVALHO  e lhe informo todos os detalhes para voce adquirir o imovel com financiamento pela Caixa Economica Federal ou ligue 98886556.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Desconto no registro de primeiro imóvel


Desde 1981, quem compra o primeiro imóvel através de financiamento pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) pode pedir 50% de desconto nos emolumentos cartorários, uma das fatias mais indigestas nos custos de registro. O direito existe. Difícil é fazê-lo valer. Por isso, a Corregedoria Geral da Justiça de Pernambuco e a Caixa Econômica Federal assinaram, ontem à tarde, um convênio para a expedição de declarações que garantam o acesso do consumidor ao benefício. O serviço deve ter início hoje, após a publicação do provimento no Diário Oficial.

Pelo acordo, a Caixa assume a responsabilidade de realizar uma consulta completa no banco de dados do SFH e expedir uma declaração ao consumidor, caso seja, de fato, a sua primeira aquisição de imóvel feita através do financiamento. Segundo o gerente jurídico regional do banco, Ricardo Siqueira, embora exija trabalho, o novo serviço não acarretará em custos para o usuário.

A declaração será entregue junto ao contrato de compra e venda. Com os documentos, o consumidor poderá dar entrada com o registro e solicitar o desconto de 50% nos emolumentos. Para um apartamento de R$ 100 mil, a economia é de R$ 435,36. Para um de R$ 200 mil, a conta fica R$ 823,64 mais leve. O juiz corregedor dos Cartórios da Capital, Sérgio Paulo Ribeiro, lembra que o abatimento não recai sobre as demais despesas de registro, como a Taxa de Fiscalização sobre Serviços Notariais e de Registros (TSNR). Esta equivale a 0,2% do valor do imóvel (para os de até R$ 100 mil) ou 0,25% (para os demais) e se limita a R$ 1.575,21.

Para Ribeiro, o serviço vai eliminar o problema da comprovação de direito, visto que o consumidor não precisará mais juntar documentos que atestem nunca ter adquirido um imóvel através de financiamento do SFH. Se o usuário, ainda assim, encontrar resistência por parte dos cartórios, deverá prestar queixa à Corregedoria Geral de Justiça. Isso pode ser feito pessoalmente, no Fórum Thomaz de Aquino, Centro do Recife,ou pelo e-mail cgj.extrajudicial.capital@tjpe.jus.br.

Além de facilitar a comprovação, o Tribunal de Justiça quer divulgar a lei junto à população. Por isso, vai exigir que os cartórios deixem cartazes ou adesivos à vista, com a tabela de custas e as informações necessárias. ´Estamos apenas determinando o cumprimento da legislação`, afirmou o corregedor-geral de Justiça de Pernambuco, desembargador Bartolomeu Bueno.

Os emolumentos e o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) representam os maiores gastos de registro.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Boom imobiliario em Recife

Recife é uma cidade verticalizada

Recife está em 21º lugar no ranking mundial de edifícios de grande porte. No país, fica atrás apenas de SP e RJ

 

Metrópoles gigantescas como Nova York, São Paulo e Tóquio dominam o campo imobiliário no mundo, em uma expansão de concreto que abrange todo o território, cada vez mais escasso nas cidades. Mas, exatamente por isso, as projeções de concreto apontam para o céu com edifícios cada vez mais altos, imponentes. Uma produção de larga escala, muitas vezes além do controle do plano diretor. Aliás, nem o céu parece ser o limite. No Recife, o embalo da construção civil é uma realidade. Essa impressão vertical pode ser percebida nas fundações de novas obras em cada esquina e prédios em fase de acabamento aglomerados no mesmo quarteirão. O impacto de tantas ações imobiliárias resultou em uma estatística impressionante. O que era impressão, virou fato. O Recife é uma das cidades mais verticais do mundo, muito além do que se imagina. A cidade, outrora portuária há alguns séculos, avançou, mudou os seus conceitos urbanos e optou pela verticalização, ocupando agora o 21º lugar entre as cidades com mais prédios em todo o planeta, de acordo com um estudo de uma consultoria internacional. No Brasil, o Recife está abaixo apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, com um 3º lugar que divide opiniões, entre defensores da evolução acelerada dos centros econômicos e os críticos do crescimento desenfreado, com o surgimento de ilhas de calor, além do trânsito asfixiado.

Segundo o detalhado levantamento da Emporis, companhia alemã especializada em dados sobre edifícios desde 1996, o Recife tem 1.103 construções considerando os dois modelos conhecidos de prédios de grande porte. A lista engloba os arranha-céus conhecidos como high-rise buildings, com prédios de 35 a 100 metros, e skyscrapers, acima de 100 metros. Vale ressaltar que o dado leva em conta apenas os imóveis da capital, sem considerar toda a RMR. A estatística coloca a cidade na frente de metrópoles chinesas em franco desenvolvimento, como Xangai e Pequim.

Top 20



O aquecimento do mercado imobiliário no Recife foi bastante acentuado nadécada recém-finalizada. Dos 20 maiores prédios da cidade - uma vez que o estudo dispõe de informações sobre todas as construções inseridas nas duas categorias citadas - 19 foram construídos entre 2001/2010. A exceção foi o Edifício Porto Seguro, em Boa Viagem, erguido em 1997. O bairro da Zona Sul, um dos três mais populosos da cidade além de ser um polo econômico, concentra grande parte dos arranha-céus. No entanto, os dados com as demais construções de grande porte mostram uma expansão para outros 11 bairros, preenchendo todas as lacunas de uma cidade de 217 quilômetros quadrados, com apenas 1/3 do território de Salvador, por exemplo. Ao todo, nove prédios tem pelo menos 40 pavimentos. O mais ´antigo` deles foi construído em 2003. Se o ritmo de crescimento for mantido, o Recife deverá entrar no Top 20 em breve, pois a venezuelana Caracas tem apenas seis edifícios a mais.

LEI BENEFICIA IDOSO NO PROGRAMA MCMV

Dilma sanciona duas leis que beneficiam idosos em programas habitacionais

São Paulo - A presidente Dilma Rousseff sancionou, na última quinta-feira (9), duas leis que beneficiam os idosos na aquisição de imóveis.

Uma das leis é a 12.418/11, que reserva ao idoso pelo menos 3% das unidades residenciais nos programas habitacionais, como o Minha Casa, Minha Vida, financiados com recursos públicos.

Esse percentual já constava na lei original, entretanto, a expressão "pelo menos" cria a possibilidade de aumentar o percentual de reservas de imóveis para os idosos, segundo a Agência Senado.

Térreo

Outra lei sancionada foi a 12.419/11, que determina que as unidades reservadas aos idosos sejam, preferencialmente, no piso térreo.

Essa medida pode trazer mais segurança aos idosos, já que eles podem apresentar dificuldades de locomoção.

Ambas as leis modificam o artigo 38 do Estatuto do Idoso.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Lançamento 3 dormitorios na Aclimação SP


















Nesta semana estamos lançando aqui na aclimação em São Paulo
um apartamento com 107 m² em terreno com 3250m² .
Um projeto da MCAA Engenharia que sera erguido pela Dialogo engenharia.
Esta região Aclimação e Cambuci esteve carente de lançamento por muito tempo e trata-se de area com grande potenical de valorização em virtude de não haver mais terrenos disponivel.
Pra voces terem uma ideia pra este projeto poder ser realizado foi necessario dois anos de negociação com varios proprietarios de casas antigas. O que encarece o valor do m² construido.
Por isso se voce pretende investir em imoveis aproveite e passe no stand de vendas na rua lacerda franco, 200 no cambuci.
Venha conhecer este bonito projeto, me procure no local. Alguns irão dizer que não é aclimação outros que esta caro, as opções de financiamente são muitas e tão cedo não teremos outro terreno em tão bom local. Eu vou lhe mostrar o melhor projeto novo da região, o preço estara por volta de R$ 7.700,00 agora porque quando voce receber o imovel ja estara valendo uns R$ 11.000,00 o metro quadrado.
Chegando no Stand procure pelo CARVALHO é porque tem um bocado de corretor no local.Diga que é meu convidado.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Receita para viver mais

Receita chinesa para viver mais
Um ocidental em visita à China ficou surpreso de ver a quantidade de velhos saudáveis e, curioso a respeito da milenar medicina chinesa, indagou a um experiente médico qual o segredo para se viver mais e melhor.
Ouviu do mesmo a sábia resposta:
"É muito simples. É só:
Comer a metade.
Andar o dobro.
E rir o triplo."