quarta-feira, 4 de junho de 2014

O estado de espirito do empresariado no Brasil pré copa.


Publicado em 04/06/2014

EMPRESÁRIO DESANIMADO ?
PROBLEMA DELE !

Tem empresário animado que, na moita, vai tomar mercado do desanimado.
  •  
O Congresso Nacional – que o PiG (*) trata como se fosse um chiqueiro – acaba  aprovar projeto de lei que destina 10% do Orçamento à Educação.

(Faz parte da ideologia do PiG desacreditar os políticos para substitui-los pelos “economistas de bancos”.)

Brasil realizará o sonho do Piketty – a melhor maneira de enfrentar a selvagem desigualdade de renda no capitalismo selvagem é educar os pobres.

Fora a grana para a Educação que vem aí do pré-sal !

Outro dia, a Dilma inaugurou o sonho original da Ferrovia Norte-Sul, a coluna vertebral do Brasil, e o PiG não noticiou.

Ontem, se soube que o emprego continua robusto e a renda cresce.

renda real do brasileiro cresce consistentemente há onze anos.

A renda cresce ! Ou seja, tem mercado consumidor à beça !

Pergunta a um empresário inglês como isso seria bom: mercado de renda crescente há onze anos.

A um americano !

A um francês !

Tá desanimado ?

Vire-se !

Tem muito empresário, na moita, que não está !

Disse a este ansioso blogueiro a Ministra Miriam Belchior:

Em 40 meses de Governo, a Dilma criou 4 milhões 960 mil empregos: 4 mil 100 empregos por dia !

Em oito anos de Governo, FHC criou o mesmo que a Dilma em 40 meses !
Está com saudades  dos fantasmas do passado ?

A maior queda da desocupação foi na região Nordeste: de 10,9% no primeiro trimestre de 2013, contra 9,3% neste primeiro trimestre de 2014.

Entre os jovens de 18 a 24 anos, a queda também foi a maior, nas faixas etárias: de 16,4% para 15,7%.

E sobre a renda ?

Segundo a PME, ela cresceu 3,2%, em termos reais, em relação ao primeiro trimestre do ano anterior.


Clique aqui para ler “Em todos os índices o emprego sobe !”.

Também é desonestidade intelectual – como fez boa parte do PiG – querer comparar o primeiro trimestre de um ano – quando se emprega menos – com o último de um ano – quando se emprega mais, tradicionalmente.

Disse ela, com sabedoria: não se compara o verão deste ano com o inverno do ano passado …

Aí, vem a história de que os empresários estão de mau humor.

Problema deles !

Quer dizer que, numa economia de pleno emprego com renda crescente há onze anos, a rapaziada fica de mau humor ?

Uma economia que realiza obras de infra-estrutura que só são menores que as China – e o pessoal está desanimado ?

Problema deles !

Data vênia o 
professor
 Delfim Netto, que, na Fel-lha (**) – não se aproxima, porque e o mau hálito originado na bílis é insuportável – desta quarta feira, atribui o “pibinho”, aquele que vai ajudar a Dilma na hora de votar – às incertezas do setor privado.

Então, caro professor, a falta de ânimo, a incerteza é global !

Os empresários do mundo inteiro precisam comer mais feijão !

O empresário alemão, americano, inglês, francês, italiano português, espanhol, japonês – está tudo desanimado !

A Dilma não lhes desperta o “instinto animal” – em Detroit, em Osaka ou em Wolfsburg…

Calma, professor.

A economia mundial está uma draga e o Brasil cresce mais do que a maioria dos países ricos.

O Brasil manteve o pleno-emprego quando o desemprego entre jovens na Europa Meridional é de 20-30% !

Nos últimos três anos, professor, a economia brasileira só cresceu menos – na soma dos PIBS – que a americana.

Aqui, para evitar que a inflação atingisse os níveis do Príncipe da Privataria e do Armínio NauFraga, aquele dos 45% de juros, o jenio que acha o salário mínimo um absurdo, para evitar aquela inflação que jamais esteve na meta, o Banco Central aplicou um arrocho monetário implacável.

E o que falta é “ânimo”?

Azar dos desanimados.

Manda eles perguntarem ao Marcelo Odebrecht onde se arruma ânimo …

Pergunta ao Habib’s como faz pro pessoal comer quibe ?

Estão desanimados ?

Problema deles.

Virem-se !

Fique parado, dê entrevista à Urubóloga, enquanto um animado toma a tua fatia do mercado !

Em tempo: 
do twitter do Renato Simões: por isso, o empresário animado tomou o lugar do desanimado !




Paulo Henrique Amorim

Nenhum comentário: