segunda-feira, 7 de março de 2016

O trabalho e a aposentadoria de LULA em tempos de Lavajato

Lula não  deve se aposentar, deve continuar, por que ele é necessário. Como sabemos a mediocridade assassina esta a espreita só esperando pra tomar conta e nos fuder;

ESCRITA: LULA DEVE FAZER COMO ZÉ CELSO E MICK JAGGER: NAO SE APOSENTAR

ESCRITA: LULA DEVE FAZER COMO ZÉ CELSO E MICK JAGGER: NAO SE APOSENTAR
images-cms-image-000451206
Logo depois da morte de Bowie comentei com um amigo que havia assistido ao show dele no antigo Estádio do Palmeiras, e ele sugeriu que eu escrevesse sobre, achei desnecessário, tanta gente se manifestou sobre e dai decidi não escrever, seria desonesto falar sobre um show que aconteceu em 1990, show do qual nem me lembrava com detalhes. O show foi bom, mas não senti o mesmo o impacto quando vivi, por exemplo, o seu último vídeo, a obra-primaBlack Star.
Menciono Bowie aqui para falar de exclusão. Pra quem tem grana e pode usufruir dos bens culturais, não entende principalmente a classe política, como é foda ser excluído do banquete cultural que é oferecido por aqui: cinema, montagens teatrais, livros, desfiles de escolas de samba, exposições, viagens, acesso ao conhecimento (educação), ao ócio, no meu caso específico de não ser beneficiado pelos editais, devido a sua má distribuição e dos monopólios, vide a Lei Rouanet.
Pra uma determinada classe, inclusive, os pobres mal-informados e deslumbrados com a abundância temporária, nascer pobre é uma sina que se deve carregar até a morte, e que se deve aceitar essa condição de não ser um dos privilegiados $em $e revoltar, e como consolo, esse pobre poderá, mas só se comportar direitinho, comer no céu com os anjos ao lado do nosso senhor todo poderoso.
Vende-se a idéia de que se você tem certo talento, como a publicidade sabe muito bem manipular, e se for persistente, mesmo ser for um fudido, e é melhor ainda se for, poderá conseguir se destacar  ‘oh vitória’ em alguma área e aí conseguir ascen$ão social, o que não deixa de ser verdade, e aqueles que conseguem são exibidos com os troféus conquistados como o triunfo da benção merecida pra te convencer, oh pobre manipulado eleitor, desta teoria. Este argumento é usado pra exaltar apenas a meritocracia e assim eliminar o papel do Estado e pra camuflar as injustiças que estão embutidas nesse argumento.  Na largada o pobre cansado do trabalho, do transporte lotado, desnutrido, mal formado nas escolas públicas já sai em posição desfavorável nesta disputa em relação a um filho de classe media e alta. Se um pobre reivindica o que lhe é devido ele é um invejoso, um ressentido, mas se são os da outras classes não, são direitos.
Lula dos políticos atuais foi que transformou a fome em projeto político e tratou isso com a urgência devida, afinal são mais 500 anos de exploração.Nelson Rodrigues nosso grande frasista escreveu e com sabedoria de quem já foi rico e pobre,
‘A fome é mansa e casta. Quem não come não ama, nem odeia’, a fome grita tanto no individuo que ele fica apático, é evidente que Nelson é apegado a exageros, utiliza desses recursos pra chamar atenção dos insensíveis.
Lula que veio do país da fome sabe o que é isso, sabe que a maioria das pessoas, e é muita gente mesmo, tem que abortar os seus sonhos em nome da sobrevivência, já que o Estado não cumpriu o seu papel, se ausentou das vidas dos milhões de pobres, enquanto a tal classe mamava e mama nas suas tetas do Estado/Tesouro e ainda posam, exibem os seus currículos repletos de boas intenções e realizações.
Não costumo madrugar, e nem ligar a TV de manhã, mas no dia que ele foi levado pela policia federal acordei as 7 30 hs, repentinamente, a primeira coisa que fiz foi ligar a TV e me deparei com a noticia de sua prisão, levei um choque passei o dia todo mal aguardando o pior dos piores. Como muitos, considerei uma humilhação revoltante. Sergio Moro não levou em consideração a popularidade do ex-presidente, deveria ter tomado mais cuidado, justificou ao dizer que a mesma operação foi feita várias vezes e ninguém protestou. Que ingenuidade! Se ele e a oposição tinham alguma dúvida sobre isso, esta dúvida deve ter sido dissipada. A popularidade dele não é a mesma que a de José Dirceu e dos outros, não dá nem pra comparar,.
À tarde me deparei com Lula na TV falando depois de ser solto. Vi uma fênix renascida das cinzas, o velho Lula estava de volta, ressuscitado, revigorado como nos velhos tempos.
Já vi Lula ao vivo no palanque algumas vezes, ele é imbatível.  Aécio tenho impressão que sempre tem um sorriso escondido, como uma criança mimada que conta uma mentira e fica a espera tipo ‘vai que cola’. FHC deve ter lá suas qualidades, mas não empolga muito menos Serra e Alckmin que são excessivamente corretos. Lula não, ele se exalta, tem senso de humor, tira onda, é serio, é um virtuose da oratória, com aquela franqueza típica dos nordestinos. Maluf, por exemplo, é tão demagógico que virou clichê de si, piada pronta, mas Lula é como aquele artista bom que mesmo quando não esta bem nos surpreende.
Todos têm critica ao projeto do PT, eu pessoalmente não gosto do incentivo excessivo ao carro, que virou obsessão, mas como disse Eduardo Viveiros de Castrocomo pedir para o pobre abrir mão do seu quando os endinheirados não abrem, e também as questões ambientais, indígenas e cultural. Mas não devemos jogar só nas costas do partido todos os problemas acumulados durante anos e anos do massacre das direitas.
Haddad , por exemplo, penou pra implementar a ciclovias, e pena para que outros projetos saiam das gavetas ‘burrocráticas’, não é fácil, ele se esforça pra instaurar uma nova forma de encarar a cidade e a cidadania, pela primeira vez, uma gestão olhou e colocou na pauta os craqueiros, até então invisíveis, embora visíveis de noite e de dia. Haddad é um dos políticos atuais mais interessantes do mundo é um acerto de Lula.
Como muitos constataram a atitude de uma parte da mídia e da Policia Federal, foi um tiro no pé. Se a candidatura de Lula era apenas uma possibilidade, cada vez mais se torna viável e até desejada. Nelson Motta foi infeliz num artigo ao sugerir que Lula deveria fazer como um jogar de futebol, pegar a grana que ganhou com as palestras, abandonar a política e levar uma vida, boom vivant, como ele faz, ahahahah, Nelson Motta  pau no cú. Lula é guerreiro. Lula tem que fazer como Mick JaggerZé Celso e muitos outros artistas (véio o caralho) e políticos  que cantam, mesmo que desafinados, em favor da vida. Ele não  deve se aposentar, deve continuar, por que ele é necessário. Como sabemos a mediocridade assassina esta a espreita só esperando pra tomar conta e nos fuder;
(quem quiser ler sobre o que Nelson Motta escreveu é só clicar em  cima do nome dele)
Vagner Luis Alberto sexta feira ontem e hoje domingo
images-cms-image-000451206
 Do blog escrita de Vagner

Nenhum comentário: