terça-feira, 24 de maio de 2016

Execução na torre de Londres e a delação seletiva no Brasil


Moro, o Torre de Londres, e a delação "seletiva"
"Mandava o coitado pra lá para o cara confessar"


publicado 24/05/2016
          

Na foto, uma oitiva na Torre de Londres


O segundo turno do edificante diálogo do Sérgio Machado com o Jucá bota o Dr Moro de Guantánamo na roda:

- Jucá - O Marcelo e a Odebrecht vão fazer delação.

- Machado - Odebrecht vai fazer.

- Jucá - Seletiva, mas vai fazer.

Bingo!

Delação seletiva!

Quer dizer: vai ferrar o PT e livrar a cara da Casa Grande!

Outro trecho:

- Jucá - O Moro virou uma Torre de Londres.

- Machado - Torre de Londres.

- Jucá - Mandava o coitado prá lá para o cara confessar.

Temos aí descrição sumária e precisa do funcionamento da Vara de Guantánamo, sob a batuta do Dr Sergio Moro.

As delações são seletivas.

E os "coitados" são mandados para a Torre de Londres.

Ou confessa ou pau!

Mas, tem que ser uma confissão "seletiva"!

Precisa desenhar, amigo navegante?

O Jucá não ferrou só o Temer.

Lançou uma nuvem cinzenta sobre o Supremo e trancou o Moro na Torre de Londres!

Em tempo: sobre a Torre de Londres: O auge do castelo (da Torre) como prisão foi nos séculos XVI e XVII, quando muitas figuras que haviam caído na desgraça eram aprisionadas dentro de suas muralhas. As execuções costumavam ser realizadas principalmente no Morro da Torre ao norte do castelo, com 169 tendo ocorrido em um período de mais de quatrocentos anos.https://pt.wikipedia.org/wiki/Torre_de_Londres

Em tempo2: o exemplo mais claro do Método Moro é a condenação do José Dirceu a 23 anos, a maior pena da Lava Jato.

Por que seria?

Porque o Dirceu não delatou "seletivamente".

Resistiu aos suplícios da Torre de Londres, mas não delatou...

Não entregou "seletivamente", como devem fazer o Marcelo, a Odebrecht, fez a Andrade e todos os que por ali passaram, nas masmorras sobre o Tâmisa...

PHA

Do blog Conversa Afiada

Nenhum comentário: