quinta-feira, 5 de maio de 2016

O coronel e a menina

"Eu sou mulher, estudante e aqui é a Casa do Povo. Me respeite!", disse a moça ao coronel

                         
Jornal GGN - A menina e o coronel, o menino e os tanques, a menina e o general. Os enfrentamentos que os ditos fracos fazem, por aquela coragem que vem de dentro, vem da alma. Três exemplos. Três maneiras de encarar esse mundão cheio de "você sabe com quem está falando?". Três heróis anônimos em tempos de cólera. O último episódio vem com um vídeo histórico: uma menina enfrenta a prepotência do Coronel Telhada, não esmorece diante dos gritos da "autoridade" que deveria zelar pelo povo, e não subir no banquinho da prepotência. Aliás, depois que Telhada se afasta, outro nobre representante do "povo", o Deputado Delegado Olim, se manifesta.


Publicado no site GGN
Nota deste blogueiro: 
A atitude desta menina pegou a todos de surpresa até o troglodita do coronel telhada que pode ter sido eficiente como policial mas como politico deixa a desejar, politica é a arte de administrar confrontos e uma policia ainda com resquícios da ditadura não esta preparada para os jovens que lutam por melhores condições de ensino na escola publica e pelo fim do roubo da merenda das crianças!

Nenhum comentário: