sexta-feira, 17 de novembro de 2017

A justiça de NY sobre o caso FIFA e a corrupção da Globo investigada nos EUA

EXCLUSIVO: JUSTIÇA DE NY MOSTRA O CAMINHO DA PROPINA DA GLOBO

                       

Ao contrário do que diz a Globo, em suas notas à imprensa, o delator Alejandro Burzaco (esq. abaixo) aponta com clareza a forma como a Globo pagou propinas a Fifa, por meio do ex-diretor Marcelo Campos Pinto (esq. acima) para garantir direitos exclusivos de transmissão de eventos esportivos, como as Copas do Mundo de 2026 e 2030; o dinheiro saiu da Teleglobo, na Holanda, foi remetido para a T&T, de Burzaco, também na Holanda, e de lá seguiu para as contas suíças do cartola Julio Grondona, que decidia sobre direitos de transmissão; no documento da corte de Nova York sobre o terceiro dia de julgamento, obtido pela reportagem do 247, a Globo é citada 14 vezes; a ata do depoimento também revela as propinas pagadas a José Maria Marin e Marco Polo del Nero (à dir.), o ex e o atual presidente da CBF


247 – Nas reportagens que tem feito sobre o escândalo Fifa, em que é acusada de participar de um esquema de propinas de R$ 50 milhões para garantir direitos de exclusividade nas Copas do Mundo de 2026 e 2030, e também em torneios sul-americanos, a Globo tem afirmado que o delator Alejandro Burzaco, da empresa Torneos y Competencias, não esclareceu como a propina teria chegado às mãos do cartola argentino Julio Grondona, já falecido, que negociava os direitos de transmissão.
Nada mais falso. A ata do depoimento de Burzaco em seu segundo dia de depoimento, ocorrido nesta quarta-feira 15, foi obtida pela reportagem do 247 e mostra com clareza como dinheiro saiu do caixa da Globo e parou nas contas de Grondona. "Os direitos foram transmitidos à Teleglobo no Brasil. Para isso, a T&T Netherlands recolheria da Teleglobo e usaria parte dos fundos da T&T Netherlands para pagar subornos", disse Burzaco. Ele afirma ainda que os direitos de transmissão foram negociados abaixo do valor real de mercado, justamente para que houvesse espaço para propinas.

Em seu depoimento, em que a Globo é citada 14 vezes, ele também detalha propinas pagas a José Maria Marin e Marco Polo del Nero, o ex e o atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol. Só na Copa América de 2015, o equivalente a R$ 10 milhões teria sido pago à dupla e a Ricardo Teixeira, que os antecedeu no cargo. Marin é citado 32 vezes no documento desta quinta-feira 16 – Del Nero aparece em 41 citações.

Burzaco também afirma que a T&T Netherlands foi criada na Holanda justamente com o propósito de pagar propinas.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

O Caso FIFA nos EUA Globo e a propina paga pelo diretor de esportes pelo direito de transmissão dos jogos no Brasil

Julgamento caso FIFA: Diretor da Globo Esporte fechou propinas pessoalmente

                   
Jornal GGN - A Rede Globo não apenas pagou propina diretamente pelos direitos de transmissão de jogos da FIFA no Brasil, como também o próprio diretor da Globo Esporte da época, Marcelo Campos Pinto, teria se encontrado, em 2012, com cartolas do esquema - Julio Humberto Grondona, José Maria Marin, Marco Polo Del Nero e Alejandro Burzaco - acertando o repasse de $ 600 mil a Marín e Del Nero.
A informação é do jornalista do BuzzFeed, Ken Bensinger, que acompanha de perto o julgamento sobre os escândalos envolvendo a corrupção internacional no futebol, que teve início nesta segunda-feira (13). Desde ontem, ele vem divulgando, ao vivo, pelas redes sociais, as acusações e as respostas das defesas no caso envolvendo cartolas brasileiros e de todo o mundo e como grandes redes de televisão fizeram parte dos esquemas, incluindo a Rede Globo.
O primeiro a ser chamado como testemunha de acusação no caso FIFA, neste segundo dia de audiências, foi Burzaco, empresário argentino da Torneos y Competencias (ex TyC) e o responsável por uma das maiores acusações envolvendo, desta vez diretamente, a Globo.
"A TV Globo é controlada por O Globo, a maior empresa de mídia brasileira. Televisa é um conglomerado de mídia mexicana enorme. Fox Sports é a emissora de esportes de Rupert Murdoch. Estas são empresas de pesos-pesados, sendo acusadas de um crime grave no Brooklyn hoje", informou Bensinger, na tarde de hoje.

This is a big deal, involving some of the most important sports media companies in the Americas and, in the case of Fox, in the world. Fox Sports is currently being sued in federal court in Miami in a separate, but related, civil case.
TV Globo is owned by O Globo, Brazil's largest media company. Televisa is a huge Mexican media conglomerate. Fox Sports is Rupert Murdoch's sports broadcaster. These are heavyweight companies being accused of a serious crime in Brooklyn today.
"Burzaco é uma testemunha 'estrela' inicial para os EUA neste caso de corrupção do futebol. Ele foi CEO da Torneos de 2006 até 2015 e se declarou culpado no final de 2015 por conspiração para cometer fraude, lavagem de dinheiro e extorsão", iniciou explicando o jornalista.
De acordo com o repórter, que foi noticiando o caso pelo Twitter no mesmo momento em que a audiência ocorria, Burzaco confessou que propinas foram pagas, pelo menos, de 2010 a 2015, tornando-se uma testemunha contra os cartolas Juan Angel Napout, do Paraguai, Manuel Burga, do Peru, e José Maria Marin, do Brasil.
Por volta das 14h da tarde de hoje, Ken Bensinger publicou o tweet que chamou a maior atenção para a impresa que acompanhava o caso aqui no Brasil: "GRANDE NOTÍCIA DA FIFA da audiência de hoje: Alejandro Burzaco disse que a Fox Sports, a Televisa, a Media Pro, a TV Globo, a Fill Play e a Traffic, todas as emissoras pagaram propinas em troca de direitos [para a transmissão] do futebol". 

BIG FIFA NEWS from trial today: Alejandro Burzaco said Fox Sports, Televisa, Media Pro, TV Globo, Full Play, and Traffic all paid bribes for soccer rights.
Em seguida, completou: "Burzaco, uma testemunha para o governo dos EUA, disse que sua empresa teve parceirias com todas estas companhias [que pagaram propinas pelos direitos de transmissão] e ele, pessoalmente, está ciente do suborno. Fez a ressalva de que o Grupo Clarín, da Argentina, não pagou subornos".
Nos comentários, o jornalista informou que a Fox Sports, uma das mais importantes empresas de mídia esportiva, está atualmente sendo processada em um tribunal federal em Miami, EUA, em caso civil separado, mas relacionado ao tema da corrupção no futebol. "Este é um grande negócio, envolvendo algumas das mais importantes empresas de mídia esportivas da América e, no caso da Fox, no mundo". 
Ressaltando o que havia acabado de informar no depoimento de acusação de Burzaco, repetiu: "testemunha num caso da FIFA disse que seis das maiores companhias de comunicação, incluindo a Fox Sports, pagaram subornos para os direitos de transmissão".
Narrou que o antigo diretor da Fox Pan American Sports assinou um contrato "não real", em março de 2008, com a Somerton Corporation, de propriedade de Jose Margulies, argentino radicado no Brasil, para cobrir o pagamento de $ 3,7 milhões em propinas pela T&T para os direitos de transmissão de dois torneios da CONMEMBOL. 
"Além de acusações de suborno do Fox Sports, Burzaco hoje disse que cinco outros canais pagos subornos, mas não ainda forneceu mais detalhes sobre qualquer um deles, incluindo O Globo ou Televisa. Fique atento"

In addition to Fox Sports bribery allegations, Burzaco today said five other broadcasters paid bribes, but has not yet provided further details on any of them, including O Globo or Televisa. Stay tuned.
"[Julio Humberto] Grondona recebeu 'tratamento presidencial' quando viajou para Assunção, para os eventos da CONMEBOL, viajando em jato privado, e sendo recebido por três sedãs Mercedes, com Nicolas Leoz e Eugenio Figueredo aguardando-o na pista. Sem controles aduaneiros ou imigração... E a CONMEBOL foi enfeitada com umas 40 bandeiras da argentina. Quando Ricardo Teixeira chegou, ele recebeu o mesmo tratamento, disse Burzaco".
Após anunciar uma sequência de acusações contra Julio Humberto Grondona, argentino que foi vice-presidente Executivo e Presidente Financeiro da FIFA até 2014, de que teria recebido US$ 600 mil por ano, propina que chegou a atingir US$ 1,2 milhões em 2012, afirmou: "Fãs do futebol brasileiro, não fiquem tristes. Tenho novas informações para vocês, também, sobre Ricardo Teixeira, o ex-presidente da Confederacão Brasileira de Futebol..."
"De acordo com Burzaco, Teixeira recebeu subornos da T&T para a Copa Libertadores e a Copa Sul Americana também. A partir de 2006, ele recebeu US$ 600 mil a cada ano".
O cartola brasileiro teria solicitado formas de pagamentos que foram considerados "estranhos" por diferentes hábitos bancários que envolviam destinos "exóticos" como o Oriente Médio, Ásia e Andorra, e receptores com nomes muito comuns em cada um dos países. As orientações vinham de Teixeira, de seu assistente e outras vezes de seu tio, Marco Antonio Teixeira. Em um desses pedidos, o prazo de envio expiraria em 48 horas.
Por volta das 16h30 de hoje, o repórter admitiu que "muitas pessoas querem mais notícias sobre subornos alegadamente pagos pela TV Globo do Brasil. Até agora, Burzaco não adicionou testemunho adicional sobre esse ponto. Fiquem atentos".
Ainda entre os furos de reportagem anunciados por Bensinger, foi o primeiro a noticiar que Burzaco disse ter pago $ 4 milhões em propina para Jorge Delhon e Pablo Paladino, do Futbol Para Todos, funcionários do governo argentino entre os anos de 2011 e 2014.
Já ao fim da audiência, o repórter da BuzzFeed trouxe mais notícias da Globo: "Em junho de 2012, Marcelo Campos Pinto, então chefe da Globo Esporte, encontrou-se em um restaurante com Grondona, Marin, Del Nero e Burzaco para discutir propinas para a Libertadores e torneios sul americanos.

O Globo news: in June 2012, Marcelo Campos Pinto, then head of Globo Sports, met a Buenos Aires restaurant with Grondona, Marin, Del Nero, and Burzaco to discuss bribes for Libertadores and Sudamericana tournaments.

Marcelo Campos Pinto de Globo Esportes asistió una junta en Junio 2012 donde hablaron de pagar $600.000 in sobornos al año a Jose Maria Marin y Marco Polo Del Nero. El restaurante fue Tomo Uno de Buenos Aires
"O restaurante chamava-se Tomo Uno, e todos na reunião, incluindo Campos Pinto, concordaram que o dinheiro que tinha sido arrecadado para Teixeira poderia ir aos seus sucessores na CBF e CONMEBOL, Jose Maria Marin e Marco Polo del Nero. Campos Pinto deixou a Globo Esportes no final de 2015", concluiu em um de suas últimas publicações do dia. O jornalista deve seguir as informações amanhã (15).

Publicado no jornal GGN do jornalista Luis Nassif

terça-feira, 14 de novembro de 2017

A tragédia anunciada pelo jornal o globo nos periodos JK e LULA e como a familia Marinho é contra o Brasil usando o poder de sua midia

O Globo nos períodos JK e Lula



Sônia Montenegro: a história se repete  


Algumas manchetes do jornal O Globo (RJ), no governo JK. Qualquer semelhança
às atuais não é mera coincidência...
18/Fev/1956 - Envolvido já o novo governo por uma onda de intranquilidade e
descrédito. (no 18º dia do governo JK, cuja posse foi em 31/Jan/1956)
8/Mar/1956 - Anistia sim, para Prestes, não. (dispensa comentários)
19/Mar/1956 Juscelino não sabe o que vai fazer, como fazer e quando fazer,
diz Baleeiro. (a velha aposta na memória curta, que permite qualquer
declaração, por mais irresponsável que seja)
21/Mar/1956 - Juscelino age de um modo, enquanto na mensagem afirma agir de
outro. (deve ter sido aí que o PIG aprendeu, quando a íntegra da notícia
contradiz a manchete, estampada em letras garrafais)
4/Mai/1956 - Não basta criticar. Temos também de agir. (claro! não podemos
fugir do nosso empenho golpista)
15/Mai/1956 - Juscelino propõe aumento de impostos. (o artifício de
criar o medo, também muito usado nos dias atuais)
17/Mai/1956 - Agente comunista internacional vem agitar a classe estudantil. (estudantes beócios e pau mandado dos comunistas)
6/Jun/1956   - Crise nas hostes do governo.
7/Jun/1956 - Providências inoportunas do governo têm agravado a tremenda
crise econômico-financeira vivida pelo país.
20/Jun/1956 - Nova crise no governo.
29/Jun/1956 - Ameaçada de crise a indústria carioca. (crise é a palavra
favorita)
2/Jul/1956 - Nunca o Brasil precisou tanto de oposição. (continua
precisando, mas não de uma oposição "cheirosa", mas responsável)
5/Jul/1956 - Providências urgentes para evitar demissões em massa e
encarecimento do custo de vida. (mais do medo)
9/Jul/1956 - Aberta a luta do PSD em torno da prorrogação dos mandatos. (a
síndrome da prorrogação dos mandatos)
16/Jul/1956 - Intranquilas as classes produtoras em face dos novos níveis
salariais. (pagar salários dignos nunca foi do agrado do PIG)
31/Jul/1956 - Erros e contradições do PSD na política interna e externa. (eu
vi esse filme recentemente [rs])
21/ Nov/1956 - Cresce a repulsa do mundo aos crimes da União Soviética. (mas
não cresce aos crimes do imperialismo norte-americano)
26/Nov/1956 - Acusado o sr. João Goulart de ter fornecido dinheiro aos
comunistas. (factóides & factóides ltda)
4/Dez/1956 - Em debate a redução do número de partidos. (eu também vi esse
filme recentemente [rs])
2/Mai/1957 - O analfabetismo deve ser extinto e não premiado com direito a
voto (de preferência, afogando os analfabetos)
15/Jan/1958 - Emissário do sr. João Goulart foi acompanhar a preparação da
greve. (teoria da conspiração)
29/Jan/1958 - Vieira mobiliza forças contra a prorrogação. (o terrorismo
contra a prorrogação ou reeleição de JK, que recentemente, não aconteceu com
a reeleição de FHC)
21/Fev/1958 - Possuo documentos irrefutáveis de que a União Soviética
prepara a nova guerra mundial. (e cadê a guerra?)
6/Mar/1958 - Os poderes excessivos da União asfixiam a economia dos estados.
(eu vi esse filme recentemente [rs])
2/Abr/1958 -  Prêmio às melhores composições sobre os ideais americanistas. (afinal, o que é bom para os EUA é bom para o Brasil!)
10/Abr/1958 - Alarmados os meios econômicos com a alta vertiginosa do dólar.
(agora o medo é pela queda vertiginosa do dólar)
24/Abr/1958 - A liberdade de Prestes pode ser de graves consequências.
(afinal de contas, o perigoso Prestes comia criancinhas)
26/Abr/1958 - Crise econômica estimula a germinação do extremismo. (mais
teoria do medo)
26/Abr/1958 - Vencer a crise econômica, mas sem soluções miraculosas.
(leia-se por miraculosas, nada de distribuir renda)
6/Jun/1958 - Posta em xeque a autoridade do presidente da república por
elementos do próprio governo. (esse também é um filme muito atual)
26/Jun/1958 - Moscou já deu início à sua conquista da América do Sul. (isso,
todos nós vimos. Os filmes, as músicas, as marcas, tudo com espantoso
predomínio do idioma russo)
27/Jun/1958 - Conveniência recíproca e não filantropia, a ajuda dos EUA à
América Latina.
6/Ago/1958   Os Estados Unidos estão vitalmente empenhados no progresso do
Brasil! (claro! Os EUA são tão bonzinhos... me engana que eu gosto!!!)
5/Set/1958 - A UDN denunciará interferência do governo na liberdade do
rádio. (mais do mesmo)
18/Set/1958 - Um bilhão de cruzeiros para debelar a crise dos
bancos. (isso eu vi com o FHC)
30/Set/1958 - De mãos dadas a corrupção e o comunismo. (eu pensei
que corrupção e comunismo tivessem o mesmo significado, porque, afinal de
contas, nunca vi um capitalista ladrão)
27/Set/1959 - A dissimulação, a mentira, a felonia, constituem as
suas armas (dos comunistas), chegando, não raro, à audácia e ao cinismo de
se proclamarem nacionalistas e de receberem, ao mesmo tempo, o dinheiro da
traição para entregar a pátria ao domínio estrangeiro. (isso é bom
demais!!!)


Sonia Montenegro em 14 de setembro de 2010.


Por José Antônio Araújo
Do blog do Miguel do Rosário retirei a mensagem abaixo. Só sabemos que as manchetes foram de edições do tempo de JK pelas datas e pelos nomes de alguns persongens ilustres. Hoje recebo o Estadão e está lá em manchete: "FHC acusa Lula de agir como "chefe de facção" - Tucano cita Mussolini ao defender que se contenha Lula e seu estilo "eu sou tudo e quero poder total". Como se não bastasse, vejam as outras chamadas: "Polícia quebrou sigilo de 400mil a pedido da Petrobrás". E ao lado do retrato da Erenice: "Presidente comanda reação para blindar Erenice" Evidentemente   que não vou me dar ao trabalho de ler essas babozeiras, inclusive e principalmente às ditas pelo FHC. Não seria ótimo para a campanha de Dilma que a sua entrevista dada ao portal do PSDB fosse levada ao Youtube??