segunda-feira, 31 de julho de 2017

ALTA DEMANDA FAZ MACONHA SUMIR DAS FARMÁCIAS DO URUGUAI


                

Após a entrega inicial, os estoques de maconha das farmácias de Montevidéu, no Uruguai, se esgotaram no mesmo dia; um novo lote foi entregue após cinco dias e, novamente a demanda foi maior do que a oferta, e uma terceira leva foi planejada pelo governo três dias mais tarde; atualmente duas empresas cultivam a planta no país e têm capacidade de produzir quatro toneladas anuais para consumo interno

247 - Em quase dez dias de venda de maconha em farmácias no Uruguai, o número de interessados inscritos no país aumentou em mais de 75%: passou de 4.893 (em 19 de julho, início da atividade) para 8.585, registrados na última sexta-feira (28).
PUBLICIDADE


Esse montante já supera o de autocultivadores (pessoas que têm autorização para plantar cannabis em casa): 6.946, segundo dados do Ircca (Instituto de Regulação e Controle da Cannabis), órgão governamental responsável pelo sistema.

Após a entrega inicial, os estoques de maconha das farmácias de Montevidéu se esgotaram no mesmo dia, e um novo lote foi entregue após cinco dias. Novamente a demanda foi maior do que a oferta, e uma terceira leva foi planejada pelo governo três dias mais tarde.

Na manhã da última quinta-feira (27) estava prevista a chegada de novos lotes.

As informações são de reportagem de Denise Mota na Folha de S.Paulo.

Publicado no Brasil247

Nenhum comentário: